quinta-feira, 3 de maio de 2012

Conclusão da Leitura 7º Livro "O Filho do Dragão"


Olá malta das boas leituras =)

Bem, agora que já nos debruçamos e nos "lambuzámos" com "O Filho do Dragão",isto é, pelo menos para aqueles que já acabaram de o ler ou que estão a fins disso, resta a questão: O que é que vocês acharam deste 7º Livro da Saga das Pedras Mágicas? 

Quais as vossas conclusões, opiniões e expectativas para o próximo, bem como as perspectivas de próximos acontecimentos possíveis de desvendar o desfecho final desta aventura?

Aqui vai o meu feedback:

Primeiro que tudo, tenho que admitir que este livro soube-me a pouco. Não sei se foi devido ao facto de termos esperado tanto tempo, que me fez criar grandes expectativas ou devido ao facto de a Kelda se ter prolongado bastante nas Terras do Sul até começar a acção propriamente dita e depois com aquele final, que para mim foi ATERRADOR... O que é certo é que cheguei ao fim e pensei: "OMG, DIGAM-ME QUE AINDA HÁ MAIS PÁGINAS PARA LER!!! ISTO NÃO PODE ACABAR ASSIM! DIGAM-ME QUE ISTO NÃO ACABA ASSIM?!". O meu coração teve um baque! A sério! Foi esta a minha primeira reacção, revirei o livro 2 ou 3 vezes para ver se acabava mesmo na 466ª página.

A segunda reacção foi: "Como é que a Sandra vai conseguir finalizar todas as questões que ainda ficaram pendentes neste (supostamente) último e 8º livro??"


Ainda ficou tanta coisa sem resposta... 
A herança do Dragão do Sol e da Lua da Kelda... O porquê de ela ter os dois dragões tatuados??! O porquê de a fera da Montanha Sagrada apenas se ter manifestado a ela? O porquê de Thorson ainda não ter sido aceite pela Pedra do Tempo como Guardião das Lágrimas? A questão pendente entre Luthia e Edwin, será que é essa personagem que vai reaparecer e que terá um papel-chave na parte final?(tal como a escritora revelou). Até agora sem ser a Íris, que é uma nova personagem, não reapareceu mais ninguém que tenha desaparecido à muito...a não ser o Steinarr, mas esse eu já o dou como morto. Ele nem chegou a saber que o Lysander era seu filho.
E mais e mais...

Outro facto que reparei é que desde há 2 livros para cá que noto que a guerrilha pelas pedras mágicas de Aranwen está um bocadinho esquecida, devido à eminente concretização da Profecia do Dragão... No entanto, é óbvio que se os Seres Superiores almejam avassalar a raça humana e que tais pedras portadoras de um poder de Sangue Antigo na Terra podem vir a gorar a submissão do Homem para com os Feiticeiros. Por isso não devem estar totalmente esquecidas (espero que a nossa contadora de histórias não esteja a perder o fio à meada)...

Quanto às questões que gostaríamos que entrassem agora em debate e outras que possam ter em mente são as seguintes:

- O que acharam da nova personagem, a Observadora Íris? 
Eu cá ADOREI-A!


- E o que acham do "possivel parzinho": Thorson e Íris? Ainda acham que o Thorson deve ficar com a Oriana ou não? 
Eu gostei bastante do enlace entre ele e a Íris. Achei-os super fofos juntos e espero que assim fiquem, pois eu nunca gostei muito da Oriana e segundo a Visão que a Kelda teve, a Oriana é capaz de descarrilar e acho que pode ter a ver com o facto de a Kelda ter comprometido todo o seu destino ao encarnar a Sacerdotisa dos Penhascos, pois duvido que ela seja capaz de matar o Thorson...


- O que acharam deste "novo" Sigarr? 
mim não me convenceu e a vocês?


-E quanto ao Erebus? 
EU ACHEI-O TÃO FOFINHO *.* Eu sempre soube que ele não era mau, desde o momento em que nasceu. Cá para mim, ele herdou o coração puro e guerreiro dos avós Edwin e Geirny não acham? XD


- E o que pensam do HALVARD?! 
OMG eu DETESTEI-O, achei-o hendiondo, tão possessivo e malicioso, ainda acham que existe esperança para ele? Eu penso que não... Só mesmo a morte o pode salvar!


E finalmente, o que acharam da Kelda e do Lysander
Aff,.. Devo admitir que nunca me senti tão frustrada. Nem mesmo com o Edwin e a Edwina! Depois de nos ter dado a conhecer um Lysander maravilhoso na "Sacerdotisa dos Penhascos", neste livro só me apeteceu dar-lhe uma coça!!!
É óbvio que ele vai aceitar o pacto. Lembrei-me logo daquela conversa da Catelyn e do Throst (que tantas saudades me deixaram no final deste livro) na página 105 da "Sacerdotisa dos Penhascos": "Nós só devemos colocá-la no rumo certo. Ele há-de corrigi-la nos desvios e conduzi-la à perfeição.[...] E se o coração o trair? O seu julgamento ficará afectado.[...] Sabes melhor do que ninguém o quanto a sua vontade é sólida![...] No fim, ele fará o que tem de ser feito." 
Mas também sabemos que a Kelda mudou o rumo do destino no momento em que se fez passar por Oriana... será que esta conversa ainda serve para o efeito? Era esta situação a que Catelyn e Throst se referiam nesta troca de palavras? É óbvio que o Lysander não vai deixar a Kelda a mercê do Sigarr... além disso a própria Íris, a Pequena e o Guerreiro-Lobo também não a deixarão desprotegida, mas está-me a assustar o facto de a Kelda não ser indiferente aos "joguinhos de sedução" do Sigarr, será possível que Kelda se apaixone por ele? ESPERO BEM QUE NÃO!!!


Resumindo e concluindo, eu ESTOU MORTA para ler o próximo livro e também com muito muito MEDO, pois este deixou-me às aranhas e com mil e uma questões na cabeça! Espero que o 8º Livro chegue ainda este ano. E já agora alguém faz ideia do próximo título? 
A Sandra disse que era óbvio tal como este... para mim o óbvio ou é: 
"O Jogo da Antecipação" ou é "O Altar do Mundo", uma vez que a Profecia do Dragão se vai realizar nesse local... 
E vocês têm alguma sugestão?


Fica então aberto o tópico de discussão. Comentem e não se esqueçam também de passar na página do Grupo de Fãs no Facebook: http://www.facebook.com/groups/mundosandracarvalho/ e deixem também o vosso parecer e façam um LIKE ;-)


Obrigada, contamos com os vossos comentários!

58 comentários:

Anônimo disse...

AnaS

Adorei o livro. Foi em tudo diferente de todos os outros. A nossa autora voltou a provar-se como uma eximia contadora de historias. Penso que conseguiu provar que nem tudo é branco ou preto. Tambem existe o cinzento pelo meio.
Penso que a Kelda continua a ser uma personagem espetacular. Penso que ela superou muitas das personagens pois é muito facil agir de maneira integra estando do lado da nossa familia e de pessoas que partilham os nossos ideais de bem e de mal. No entanto a Kelda não baixou os braços e continua a lutar por aquilo em que acredita e em condições desesperantes.
Continuo a adorar o Erebus. Ele já provou que apesar de ter nascido na escuridao, aprecia a luz e é capaz de tomar boas atitudes. Para alem disso protegeu e curou a Kelda mais que uma vez.
O Halvard esta no topo da minha lista de "mauzoes". É insensivel, frio e completamente prevertido. A partilhar o 1º lugar de maldade esta o Sigarr. É uma personagem incrivelmente complexa e parece que tem varias personalidades. Ainda nao percebi o jogo dele. Em relaçao ao Lysander...bem, ele é um sonho mas aquela decisão de desertar a Kelda tirou-me do serio.
Ui.. este comentario parece um testamento. Peço desculpa mas precisava de desbafar e este é o unico meio que tenho.

Anônimo disse...

AnaS
Adorei o livro. Foi em tudo diferente de todos os outros. A nossa escritora voltou a provar-se uma eximia contadora de historias. Provou-nos que nem tudo é preto e branco. Tabem há cinzento pelo meio.
A Kelda continua a ser uma personagem espetacular. É muito facil agir de maneira integra estando ao lado da nossa familia e de pessoas que partilham os nossos ideais. No entanto, a Kelda nao baixou os braços e continua a lutar por aquilo que acredita e em condições desesperantes.
Adoro o Erebus. Ele ja provou que apesar de ter nascido na escuridao aprecia a luz e é capaz de tomar boas atitudes. Para alem disso, protegeu e curou a Kelda mais que uma vez.
O Halvard esta no topo da minha lista de "mauzoes" . É insensivel, frio e completamente prevertido. A partilhar o 1º lugar de maldade esta o Sigarr. É uma personagem incrivelmente complexa e demonstra ter personalidades muito diferentes. Ainda nao percebi qual é o jogo que ele esta a jogar desta vez.
Em relação ao Lysander...bem, ele é um sonho mas aquila decisao de desertar a Kelda tirou-me do serio.
Ui... o comentario ja parece um testamento mas, tinha uma serie de coisas para dizer e este é o unico local em que posso faze-lo

Anônimo disse...

Adorei! Para mim o Thorson devia ficar com a Iris! A Oriana nunca o mereceu! Sobre o Sigarr...não acredito que ele tenha mudado completamente, mas... ele está a tentar, por amor à Kelda...Mas acho que no fim... é capaz de morrer para a salvar! Adoro o Erebus! Sem ele a Kelda, de certeza, tinha enlouquecido. Sobre o Lysander... fiquei um pouco desiludida! Para quem se diz apaixonado e que a Kelda é a mulher da vida dele... não acredita nela, não a deixa explicar e ainda por cima ameaça-a. Desiludiu-me um bocado. Espero que no próximo ele melhore... e fique com a Kelda....Isto caso ela não morra... e infelizmente tenho uma impressão que isso vai acontecer. Para acabar com o Halvard a Kelda provavelmente terá de se sacrificar. O que dizer sobre Halvard... a relação dele com a Kelda incomodou-me um bocado! Ele não a via como irmã, mas sim como mulher e "companheira"...:S

Mal posso esperar pelo último livro!

Joana.

Anônimo disse...

Olá fãs da saga! :)
Para começar, adorei o livro, mas também partilho da opinião de que a Kelda passou muito tempo no Sul e que a ação ficou um pouco paradita...

Quanto às outras questões postas, eu acho que a Sandra vai ser capaz de as responder e bem, não acredito que ela não tivesse a visão da estória logo quando a começou a escrever, porque as personagens vão-se criando com a escrita, mas um escritor normalmente tem em mente o enredo da estória antes de a começar a escrever...ou assim quero pensar :)
Ora bem, eu acho que a pedra do tempo ainda não reconheceu o Thorson como guardião porque será a Kelda a ser reconhecida como tal, daí ela ter os dois dragões tatuados. Acho que a Luthia será crucial para salvar a Kelda de alguma situação, e é por isso que a Kelda ainda tem o seu búzio. Ah! E a Kelda será uma guerreira abençoada com o espírito da fera da Montanha Sagrada :p
Continuando, não acho que as pedras mágicas tenham sido esquecidas, mas espero bem que no final sejam destruidas porque a ameaça do seu poder em mãos erradas é comparável ao Filho do Dragão.
Passando aos outros pontos: a observadora Íris: também a adorei, e também espero que seja ela a ficar com o Thorson. A oriana partiu o coração dele, eles podiam ter mudado o destino (a Kelda está SEMPRE a faze-lo) e podiam ter sido felizes, mas ela escolheu o dever em vez do amor, e é bastante dissimulada na minha opinião, com aquele arzinho de santa e a julgar a Kelda...
Anyway, o novo Sigarr não me convence, mas se a Sandra está à procura de uma personagem com um passado "dark" para se redimir, eu acho que as coisas vão se passar da seguinte forma: a Kelda, não sabendo do acordo entre ele e o Lysander, vai escolher ir para casa na mesma, e/ou vai ser necessário alguém sacrificar a vida para parar o Helvard, e por amor à Kelda (sim, eu acho que ele está mesmo apaixonado para ela) vai se sacrificar.
O Erebus é uma das minhas personagens preferidas, ele é realmente um ser de coração puro e merece ter um final épico e ser feliz. Se calhar ser aceite pela Montanha Sagrada e esta dar-lhe o dom de uma aparencia humana, não sei...
Quanto ao Halvard, esse merece morrer e ponto final, é simplesmente o mal personificado!
Finalmente, quanto à Kelda e ao Lysander, eles vão acabar juntos, não à dúvidas na minha opinião, mas sim, ele foi um completo idiota com ela. Quer dizer, quem ama confia ou pelo menos dá o benifício da dúvida... Continuo à espera de um final épico para aqueles dois, porque afinal seria ultrapassar todas as adversidades que lhes foram impostas desde o início.

Bem, estas são as minhas opiniões, espero ter contribuido para as discussões do blog :)
Beijinhos*
S.J. Machado

Suh =D disse...

ADMIN: SORAIA


:) Eu cá estou desiludida com o Ly, eu quando lí que ele não a deixava falar e a tratava de forma tão fria, não quis acreditar!!! pensei que por detraz daquilo estava alguma razao mais forte... que fosse para a proteger!!! como a catelyn disso que queria separar-se do Throst para poder salvar o seu povo... Juro que acreditei até ao ultimo minuto que o Lysander não seria capaz!! até ao ler o epilogo, quando comessa a dizer que ele ia ter com sigarr, pensei: "É ISSO!!! o lysander só queria protege-la de Harvald!!! ele sabia que se ela figi-se com ele estaria a condena.la e por isso a rejeitou!!!" era isto que o meu coração gritava, e quando descobri que afinal fora mesmo ele, fikei muitoooo desiludida... E o ulfvander foi tao querido, gosto muitoooo muito dele!!!
Quando ao sigarr, sempre foi uma personagem que me cativou de uma forma "morbida", sei que está cheio de manhas, e truques na manga, mas conheço o seu lado atrevido, cheio de jogos e sedução. acredito que ele ame mesmo a kelda! pois a kelda faz-lhe frente, e isso atrai!

Gosto do sigarr. e acredito que ele no fundo tem algo bom, apesar de não ter escrúpulos.
Quanto a kelda e ly juntos, eu amava-os juntos, agora admito que já n tou tao certa! ver a reacção dele tão fria!! ver que não confiou nela é uma grande traição!! para mim a confiança é a base de uma relação. ele tinha o dever de a proteger!! de a ouvir!!! e por um lado, estou mesmo a desgostar deste lysander.
E espero que ele nos mostre que no fundo tem um coração de ouro, e mudará.


=D

Sara Costa disse...

A mim o Lysander irritou-me mas não ao ponto de me desiludir assim tanto... eu acredito que ele apenas fez aquilo que fez, porque toda a vida foi treinado para combater a mais ténue presença de maldade e quando a Kelda deixou de dar passagem à essência dele pra poderem estar juntos em sonhos (claro que foi para o proteger), mas o Lysander não sabia... mas com isto Lysander só conseguiu pensar duas coisas: ou ela está morta ou ela rejeitou-me porque já não é mais a Kelda sã e pura e virou BAD ASS! Bem o que é certo é que quando a viu naquelas figuras com uma espada ao pé e com o príncipe do Império a jazer ao lado, os seus piores temores viram-se consumados e ele acabou por agir estupidamente de cabeça quente! Mas também, agora que percebeu a asneira que fez, tenho a certeza que ele não vai deixar a Kelda desamparada e desta vez vai estar do seu lado em tudo o que ela fizer e jamais voltará a desconfiar dela e irá guiá-la no bom caminho. Talvez Sigarr perceba que por mais que tente, a Kelda jamais o vai amar como ama Lysander e renegue ao seu amor para a salvar e Halvard acabe mesmo por matar o mestre tal como dita o seu destino... eu acredito piamente que a Kelda vai perdoar o Lys, pois ela tbm já tinha traído a sua confiança uma vez quando lhe usurpou a essência (se bem que foi para um bem comum) e ele perdoo-a, por isso... ficam quites! XD

Anônimo disse...

Concordo com tudo o k foi dito, porém, tenho de acrescentar o facto da Sandra ter dito:"Lembram-se de que vos disse que pode haver um caminho de redenção para os que estão perdidos?" Será que se referia a Sigarr?

Anônimo disse...

Música para a Kelda: http://www.youtube.com/watch?v=ce03gVUHscY

Ana C.

Suh =D disse...

eu acho que foi uma traição grande na confiança da kelda, mesmo assim

Anônimo disse...

Eu cá confesso que adoro o Lysander mtooooooooooo, mas ao contrário de quase todos vocês, eu ADOREI o Sigarr neste livro. apesar de saber que devemos ter um final Kelda x lysander, torço totalmente pelo Sigarr e a Kelda, aquilo é um clima de paixão tão carnal e intenso que eu levei o livro todo a espera que a Kelda admitisse que ele a atrai e que ela pode ter sentimentos por ele. É possivel gostar de duas pessoas de forma diferente, ou ás vezes até de mais pesssoas. Eu gosto de acreditar que as pessoas podem mudar e ás vezes pessoas boas tornam-se más e más tornam-se boas.
Alem demais tenho fascinio por bad boys na literatura e tv [sendo o Damon do Vampire diaries o meu top fav], LOOL.
Quanto á Iris, adorei-a, axo que ela merece o Thorson, se bem que não tivemos desenvolvimento na relação dela com ele, só com o Sigarr.
O Halvard é um nojento. que fique claro que não sou contra incesto na literatura, pelo contrário, nas Brumas de Avalon xorei baba e ranho e apoiava um casal incestuoso de irmãos. Mas este Halvard é ruim demais e espero que ele morra. No entanto espero que não morra antes de pedir perdão não á irmã, mas aos pais. Uma mãe ter um filho daqueles é um desgosto, especialmente depois de tudo o que passaram para terem os gémeos.
O Erebus é um fofinho, não me perguntem porque mas cada vez que leio sobre ele tinha flashes da "Bela e o monstro" e vejo-o como uma especie de monstro rodeado de passarinhos e animais.
Gostava de ver o Lysander interessar-se por alguem tb no proximo livro só pra intensificar mais as coisas, lol.
e pronto aqui fika o testumunho da unica fã aqui do Sigarr x Kelda. Caramba o homem é "mau" mas é tão hot *.* adoro o facto de ele estar a fikar uma melhor pessoa e a finalmente deixar entrar o "amor". ;_;

Bela

Anônimo disse...

O Lys desapontou-me, mas continuo a acreditar que o verdadeiro amor irá triunfar.
Ana C.

Elsa Martins disse...

Este último livro é muito mais negro do que alguma vez teria imaginado. Em vários momentos durante a leitura senti medo pelo que poderia encontrar ao virar a página.
Os personagens são muito mais complexos do que no início da saga. Já é difícil perceber quem é bom e quem é mau... qual será o destino dos personagens. E tal complexidade só aumentou o meu desejo de ler o próximo livro. Tenho a certeza que serei surpreendida quaisquer que sejam os cenários para o futuro.

Espero que a Sandra Carvalho, depois desta saga, escreva muitos livros com histórias cada vez mais extraordinárias. E eu esperarei ansiosa por cada um dos seus livros.

Elsa

Anônimo disse...

Bela, eu suponho que não és a única a apoiar o casalinho!
Certas pessoas a quem eu emprestei o livro disseram k a Kelda devia mandar o Lys para o raio que o parta e ficar com a pessoa que não a questiona e aceita o k ela diz. eu por mim, estou um pouco indecisa, mas como já disse, aposto em como o Lys e a kelda vão ficar juntos!(ou se calhar, a nossa autora preferida nos espante.

Ana C.

Sara Costa disse...

Bem para não ter de estar a escrever tudo outra vez passo a transcrever:
"Eu também não estou a desgostar do Sigarr, de facto ele é um "Mauzão" cheio de estilo! Mas para mim não deixa de ser um "mauzão". Eu ainda não o perdoei e para ser sincera ele ainda vai ter de penar muito para merecer esse perdão! Eu não me esqueço do que ele fez em tempos, ele deixou o Throst a morrer, usou a Catelyn para servir os seus intentos, que felizmente saíram gorados, até desconfio que tenha sido ele a pedir ao Conselho dos Seres Superiores para tomar a custódia de Edwina a fim de garantirem que os planos de Sigarr se cumpriam para que o seu intento de avassalar a raça humana com a concretização da Profecia do Dragão fosse comprometida , bem como não me esqueço dos festins hediondos por ele praticados com os seus "jovens aprendizes"... só de imaginar as mãos dele em cima da Kelda... ARGH!!! Eu até acredito que ele tenha mudado sim, é óbvio que ele está diferente, a fraternidade que ele tem para com Erebus não me foi indiferente, mas o cuidado que ele tem para com Kelda e Edwin, a mim parece-me que apesar de ele o fazer com sentimento, ele apenas mantém este comportamento porque a ele também lhe convém que assim seja... caso contrário todo o acordo que ele estabeleceu não só com Kelda, mas também com Lysander fica sem efeito e ele será o maior perdedor dessa feita! A meu ver e acho que isto devia ser óbvio para todos, com todas as pistas que a Sandra nos deu, era óbvio que Lysander não ia reagir bem quando visse a Kelda de espada em punho contra o seu povo, Lysander nasceu com o lema "o dever acima de tudo" entranhado nele! Foi estúpido sim, foi uma BESTA! Mas eu não desejo que ele morra! Ele continua a ser o MARAVILHOSO Príncipe da Gente Bela que conhecemos na Sacerdotisa dos Penhascos e agora que percebeu que a Kelda não está perdida jamais voltará a desconfiar dela! E além disso duvido que Throst e Catelyn deixem a neta a mercê de Sigarr! Eu espero que a Kelda e o Lysander fiquem juntos, porque eu gosto imenso deles, apesar desta atitude estúpida eu acredito piamente que ele vai voltar a mostrar o lado "cavalheiresco" e corajoso que me fez gostar tanto dele, bem como vai voltar às turras com a sua menina-feiticeira, para mim as discussões deles sempre me derreteram, quando ele tomou a atitude de a desertar o meu coração estilhaçou-se em pedaços! E quanto a Sigarr eu penso que ele terá o caminho da redenção que almeja mas não ao lado de Kelda. Eu até acredito que alguma coisa se passará entre Sigarr e Kelda, mas não será amor de certeza... será loucura isso sim!"

Com tudo isto já deu para perceber que eu sou TEAM KELDA E LYS <3
Quanto ao facto de gostares de Bad Boys Bela, eu tbm sempre os preferi, mas quando eu imagino o Lys, não o imagino tão certinho assim... a maneira como ele responde a Kelda e a pica na Sacerdotisa dos Penhascos dá comigo em doida! E se bem me lembro ele foi muito bad ass nos treinos da Kelda! Eu adorei tanto quanto detestei aquela indiferença dele!

Além disso, o amor entre os casalinhos da Saga até agora nunca foi escrito por linhas direitas, este caso não será diferente, o Lys e a Kelda ainda vão penar mt pra ficarem juntos e tal como Sigarr terá o direito à redenção, o Lysander tbm tem o direito de cometer erros, meninas mesmo que seja um erro tão grave como duvidar da mulher que se diz amar, mas num mundo onde a guerra, o perigo e o medo nos dominam, é difícil por vezes ver para lá do que nos está a frente dos olhos! Temos de perdoar o Lysander! Eu tenho a certeza que a Kelda vai acabar por perdoá-lo...

Quanto aos teus comentários Ana C., tu decide-te rapariga XD Afinal de contas queres que o Lysander vá para o raio que o parta ou que o amor dele e da Kelda triunfe?? lol

A mim iria-me custar imenso ver a Kelda acabar ao lado do Sigarr... está na cara que ela não lhe é indiferente, apesar de ainda não o admitir, ela de uma estranha maneira gosta dele... mas não se pode agradar a todos, por isso vamos a ver.

Anônimo disse...

Eu já disse que, tal como tu, sou Lys e Kelda for ever! o k estava a tentar dizer é que não sei o k esperar. Quem mandou o fantástico príncipe "para o raio que o parta" foram amigas minhas.=P

Bem, mas o meu principal objectivo neste comentário é dar a conhecer que eu devo ser uma das poucas pessoas que ainda deve acreditar na redenção do Halvard. Pois, se formos a ver, se a Íris vai ficar com o Thorson (o k eu torso para acontecer), o k vai acontecer a Oriana? Não gostei muito dela (só para não dizer que a detesto), mas desde o ínicio que nota-se que o ódio que o Halvard sentia por ela não era ódio mas sim algo mais forte, e ao ver que ela só se interessava pelo primo.....
Que acham?

Ana C.

Anônimo disse...

No início a Kelda irritou-me... Agia impulsivamente e nem pensava nas consequências, principalmente no que tocava ao pai. Sei que quando tem a ver com a família ninguém é racional, mas acabou por lhe fazer mais mal que bem. Porém, lá no fim começou a entrar nos eixos e pensar antes de agir, apesar de isso lhe arrancar o coração de cada vez que tinha de eguer a espada contra o seu povo (mesmo que essa espada fosse mágica). Acredito que ela vai tornar-se a maior mestra da Arte Obscura (talvez até suplantar o próprio Sigarr, uma vez que ela herdou ambos os poderes e, quem sabe, não é ela que realiza a profecia e é por isso que a Montanha Sagrada continua sem aceitar o Thorson). Já o Halvard tirou-me do sério. Pensei sinceramente que ele podia ter um "rapaz inocente escondido dentro de si" (algo semelhante a Damon da série Diários do Vampiro - sem querer fazer publicidade, mas vale a pena ler), quando na verdade tudo isso era mentira!! Que homem tão "execrável"... Nunca conheci personagem mais malvado e hediondo, nem o próprio Voldemort chegava aos seus calcanhares. Ali estava eu, de coração na mão, tal qual a Kelda, esperando que ele se redimisse ou que começasse a mudar nem que fosse no final do livro e vai na volta ele já nem tem salvação possível. Mas se alguém o pode salvar com certeza será a Kelda.
Erebus é dos meus personagens preferidos, o verdadeiro anjo da guarda de Kelda, e a prova viva de que o aspecto físico é irrelevante no que toca ao coração. Ainda bem que ele começou a ver a luz, será uma mais valia na luta contra a dominação total do planeta Terra e também penso que irá ser um dos personagens presentes no clímax da história quando tentarem impedir Halvard de concretizar a malfadada profecia. Quero mesmo que ele tenha um final feliz.
Sigarr, Sigarr... O Sigarr é o personagem mais estranho de todos. Tal como a Kelda, sempre acreditei que ele fosse má rês, um pouco por culpa do seu passado e das imposições da própria família, mas tinha de lhe estar no sangue alguma maldade, porque se as pessoas fossem más pelas coisas más que lhes aconteciam, estávamos bem tramados neste mundo. No entanto acredito que ele viu alguma luz na Kelda que lhe permitiu recomeçar a dar valor às coisas que esqueceu quando Aranwen lhe arrancou o coração (não gosto muito dela por causa disso, realmente foi um pouco "egoísta"). Em parte acredito que ele possa ter mudado, pela Kelda, mas também acredito que ele vai tentar virar o jogo a seu favor e no fim vai trair a confiança dela para a salvar e provavelmente morrer. Era interessante se houvesse um triângulo amoroso, já que não houve nenhum assim muito relevante em toda a saga.
Falando nisto, LYSANDER, meu deus... Como o detestei naquele momento em que virou as costas à Kelda. Eu já começava a aperceb
aperceber-me da intransigência dele na "Sacerdotisa", mas julguei que fosse pelo seu carácter determinado e justo. Vai na volta, enganei-me! Como é que ele foi capaz? Se ele era tão apaixonado pela Kelda, se ele tanto a queria por toda a eternidade, como é que foi tão cego ao seu sofrimento e tão surdo às suas verdades? Se fosse por mim, punha-o a andar, mas como disse Ulfvaldr, para mal de todos e todas nós (falo por mim), vai perdoá-lo e quando o fizer vai arruinar um pouco a história. Porque a verdade é que todas as histórias têm terminado bem e a vida não é um conto de fadas. É preciso ser realista e pensar que a Kelda pode salvar o mundo e ser feliz ao lado do homem que ama ou pode renegá-lo, tornar-se mestra da Arte Obscura e suplantar Halvard, tomando o seu lugar (?!) Quem sabe. O que é certo é que Lysander vai ter que penar muito se quer realmente o perdão dela, e mais ainda para a ter de volta, tendo em conta que agora ela tem um novo pretendente.
Raquel

Anônimo disse...

*continuação do meu comentário porque não cabia tudo (ops!)


Esta nova personagem Íris ainda é um pouco desconhecida de mim, não tive grande conhecimento da sua personalidade no pouco que li no prólogo e nos capítulos em que a Kelda esteve na Ilha Sagrada.
Gostei muito que ela tivesse tomado o lugar de Oriana no coração do Thorson (para mim, o verdadeiro homem desta geração- em parte pelos pais que tem, já que Helgi era o meu preferido da geração anterior), mas aquela cena entre ele e Íris foi um pouco apressada... Ele tomou-lhe o gosto ou quê? Atirou-se praticamente a ela, que homem fogoso!! Mas pronto, espero que o seu amor floresça e que tenhamos mais notícias dele neste livro, que não seja dado como adquirido e que no fim é que nos apercebamos que eles tiveram uma história que ficou por contar. Viva Thor x Íris!!
Quanto à Oriana: é uma C*bra que ainda vai acabar por sofrer as acusações que fez à Kelda. E nada mais tenho a dizer.
Desculpem o comentário tão grande mas só aqui é que podem entender o que digo e o que penso sem ter que estar a explicar tudo o que já li desde o 1º livro.
Raquel
PS: Quando sai o próximo livro?? Ainda agora acabei e já estou a desesperar...

Beta disse...

Creio que esta questão do Sigarr e da Kelda já vem dos tempos da Pequena, ela também se deixou atrair por ele nalguma ocasião, no entanto Catelyn sabia que ele era mau e Throst era o seu amor. Neste livro tudo e todos têm tonalidades cinzentas, e distinguir vilões de heróis não é tão fácil. Creio que nesse sentido este livro é bastante mais humanístico que os anteriores.
No entanto, tenho de dizer que ao contrário da 'sacerdotisa', nº6, acabei por aborrecer-me devido à falta de acção, à criação de novas e inúmeras perguntas sem que algumas das anteriores tenham sido respondidas. Fiquei um pouco desiludida!
Alguém fala no tema quase incestuoso de Halvard e Kelda... estou de acordo. É inquietante e espero que no final ele morra pois não me parece que alguém com o coração tão perverso tenha redenção no futuro. Sem dúvida isso seria impossível de crer,
Lysander como todos os outros personagens tem de mudar por amor, nesse sentido parece-me ser bastante coerente. Não permite que Kelda se explique pois nesse momento está magoado, contudo a sua reação inicial é de amor.
Já veremos como termina a nossa saga...

Anônimo disse...

Meninas relaxem, em 100% de certeza que o Sigarr tem 1% de hipoteses de fikar com a Kelda. Na verdade tb não esqueço que ele foi um parvalhão, especialmente com o Edwin que eu adorava. Não o perdoo por certas cenas... no entanto temos que pensar que embora não seja desculpa, a cena da Aranwen enloukeceu-o. Não é fácil tar de casamento marcado com alguem que amamos a vida toda e essa pessoa no dia, foge com outro e nunca mais te olha pa cara quando tu não lhe fizeste absolutamente mal nenhum...ora é preciso ter estomago, o Sigarr não teve e virou obssecado por vingança. Se fosse o Throst, o Edwin etc, eles provavelmente continuariam pelo caminho do bem apesar de emocionalmente destruidos, mas... algumas pessoas reagem diferente. Sigarr Não deve sair impune, na vdd, acredito plenamente que ele terá um final trágico (e merece), no entanto, desejo que ele se redima, que perceba tudo o k fez e apesar de não poder voltar atrás que ao menos ajude ao máximo a Kelda e lhe dedique todo o seu tempo. (epa mas caramba, o Sigarr tem charme, vá lá isso temos que admitir).
E claro, verdadeiro amor é lindo e por isso tb adoro Ly x Kelda (O Ly é o homem que todas as mulheres desejam ter como marido), mas o meu ponto é: Por torcer por um não deixo de torçer pelo outro...O Sigarr pode finalmente voltar a amar. espero que ele venha a amar a Kelda verdadeiramente pra dar mais emoção á história, seria bem foleiro se ele a tivesse apenas a usar.
E digam lá meninas se vcs não iriam gostar de ver o Ly roido de ciumes? XD Pode ser que o Ly tb deixe o "bad boy" que há em si soltar-se, tal como já foi mencionado, ele a treinar a Kelda era um badass!
A unika coisa que peço é que o Sigarr se mantenha fantastico como foi neste livro e nos proporcione momentos de adrenalina. Um love triangle é sempre mais...emocionante que apenas um duo, apesar de sabermos que um fika sempre de fora.
Não pensem com o meu previous comment que não torço por Ly e Kelda. Adoro-os, mas sou sincera,mas tb me tornei fã do Sigarr neste livro, no entanto, se ele afinal só estiver a usá-la, espero que seja ela mesma a matá-lo e bem devagar.
Só quero mesmo que a Kelda seja feliz, e que escolha a vontade do seu coração;) a rapariga ja sofreu demais.

Tou ansiosa pelo..."treino" da Kelda com o Sigarr, e espero que o Ly resolva depressa o mal entendido entre ela e ele pra ver se a rapariga se decide e não fika a pensar mal do Ly. É injusto.
(O Sigarr tb foi mauzinho ao por o Ly entre a espada e a parede, mas prontos, nos sabemos que mesmo assim o Ly tá em vantagem).


p.s- só torço por bad boys na ficção XD Na vida real quero-os longe XP LOL

Bela

Anônimo disse...

Joana:

Eu não me importo se a Kelda ficar com o Lysander.. aliás, espero que estes dois fiquem juntos. Apenas acho que o Lysander, no próximo livro, se deveria esforçar por provar à Kelda que a ama... e provar que realmente a merece. No meio disto tudo... o Ulfvard não seria uma má escolha para a Kelda. Desculpem mas, o Ulfvard foi um querido para a ela... ouviu-a e confortou-a, ao passo que o Lysander... enfim!

Outra história que eu gostaria bastante que a Sandra contasse era a da Evelyn, a irmã do Thorson. Dou por mim a criar ideias para a história dela... Quem sabe um dia, não é?

Anônimo disse...

Susana:

Eu simplesmente adorei o livro mas achei que podia ter tido um pouco mais de informação sobre o que se passava com os outros personagens no ponto de vista de um deles. Umas passagens...
Gostei imenso do Erebus, o anjo da guarda de Kelda. Suponho que o elo que eles partilham seja por ambos serem decisores ou mais...
O Sigarr surpreendeu-me...A sua relação com a Kelda promete ser escaldante! Na verdade a ideia de um triângulo amoroso não me cai mal. Acho que dá mais emoção ter dois pretendentes a lutar pela amada e esta ter que decidir qual mais ama. Sigarr é definitivamente um bad boy e penso que merece redenção, se bem que não me pareça que vá ter um final feliz apesar de eu torcer que sim.
O Lysander irritou-me mais que sei lá o quê quando confrontou a Kelda no final do livro. Sei que ele ficou decepcionado com a Kelda e nem sequer a ouviu, mas caramba!, então ele não a treinou durante anos, provou a sua essência, não devia ele conhecer melhor a Kelda e ter mais confiança na mulher que ama?! Ele vai ter que penar e muito!!! para ter a Kelda de volta.
Nunca gostei da Oriana. Não a odeio mas não gosto dela...é demasiado "mansinha" e "boazinha", do género filha obediente e subserviente. Enfim, ela é uma panhonhas! Também não gostei do seu enlace com o Thorson. A meu ver a sua relação já tinha buracos e não era tão sólida como se pensava. A sua relação com a Kelda também não me convenceu e só me irritava. Kelda estava melhor sem ela.
Quanto ao Halvard adorei-o enquanto vilão. Meu deus, as coisas que ele fez! Salvação só se for no momento da sua morte.
A Kelda é a minha personagem favorita. Claro que houve momentos que quis abaná-la por ser tão teimosa, mas ela cresceu, amadureceu perante as dificuldades que lhe foram aparecendo. Gostava que a razão de ela ter as tatuagens dos dois dragões fosse revelada no livro, mas enfim...

Quanto à profecia do filho do dragão tenho uma teoria:

Tanto o Thorson como o Halvard poderam tornar-se no filho do Dragão porque os dois têm nas suas essências magias opostas ( arte luminosa e arte obscura), o que os levará ao enlouquecimento e os tornará destrutivos quando unirem as duas lágrimas. Penso que a Senhora da Magia encontrou uma solução na Kelda pois ela alberga na sua essência tanto a arte luminosa como a arte obscura. As duas existem harmoniosamente (tal como Edwina disse à Kelda no livro anterior) o que a salvará do enlouquecimento. Penso que quando o treino de Sigarr estiver completo, Kelda será a salvação do mundo.

O que acham?

Sara Costa disse...

Ora bem... Isto por aqui estou aver que tem estado muito animado, as opiniões dividem-se mais do que nunca!

Bem Ana C., em primeiro lugar tenho-te a dizer, que se Halvard alguma vez sentiu isso por Oriana, teve uma estranha forma de o declarar não achas? Pôr a rapariga
de quem se gosta a arder não é propriamente a mais bonita declaração de amor!!! Eu tbm DETESTO a Oriana, acho-a uma "amiga da onça", sonsa e dessimulada! Não sei como é que ela vai acabar e sinceramente pouco me importa
desde que não venha implorar por
Thorson, eu quero que ele e a Íris
fiquem juntos, é certo que aquilo foi um pouco apressado entre eles, mas talvez devido ao facto de Thorson estar magoado e carente, mas eu acredito em amor à primeira vista, por isso...

E por amor à Santa parem de comparar as personagens da Saga com personagens de séries vampirescas! VAMPIRES SUCKS! lol
E sim Raquel a Kelda de facto irritou-me um bocadinho com algumas das decisões impulsivas que teve, mas não deixou de ser corajosa (eu devo dizer que na Sacerdotisa eu sempre achei que ela devia de ser filha da Thora, mas agora com este comportamento impulsivo e de complicar aquilo que é fácil fez-me
lembrar exactamente a Edwina quando era ela a narrar a história, por isso confirma-se, a Kelda é mesmo filha da Edwina!) E sim eu acredito piamente que seja ela o "guerreiro-feiticeiro" que a Profecia fala, senão qual seria a lógica de ela ter herdado os dois legados do Guardião da Montanha???
Eu não acho que Aranwen foi egoísta, quanto às Pedras ela agiu de forma intuitiva quis deixar algo à família que a pudesse proteger e ser-lhe útil (e até foi em várias cenas da história, principalmente a querida pedra azul), mas enganou-se completamente se isso traria alguma paz aos seus descendentes, pelo contrário só atiçou a cobiça dos que em tempos tinham partilhado da sua amizade. Quanto ao Sigarr, ela seguiu o seu coração, ela foi-lhe prometida sem o amar verdadeiramente, ela fez exactamente o que a Edwina fez com o Ivarr e além como sabemos nós que Sigarr é assim tão "inocente" quanto se diz ser? O seu romance com a Aranwen não foi de todo desenvolvido, logo não fazemos a
mínima do que se passou entre eles a não ser que Aranwen traiu o compromisso que tinha com ele por se ter apaixonado por um humano.

Isso dos trios tem que se lhe diga, se bem me lembro até agora sempre
houve trios amorosos, acho que nunca o foram tão explícitos quanto este, mas houve-os: THROST/CATELYN E HALLDORA; EDWINA/EDWIN E IVARR IVARR/THORA/ERIC e EDWINA e agora parece que temos um outro trio que pelos vistos vai dar muito que falar que é KELDA/LYSANDER E SIGARR. Bem, quanto ao Ulfvaldr eu adoro-o, ele é um fofo e se não existisse um Lysander (apesar de muito casmurro que ele possa ser), eu até gostava que a Kelda ficasse com ele (apesar de ele ser tipo 5 anos amais novo lol).

Sara Costa disse...

(Continuação comentário anterior...)

Igualmente fofo é o Erebus, tornou-se sem dúvida há já algum tempo, um dos meus personagens masculinos preferidos da história <3 Eu quero um final mt mt feliz pra este personagem, pk ele merece!

E quanto aos finais sempre felizes, não concordo totalmente cntg Raquel, a Catelyn e o Throst apesar de tudo não achei que o final deles tivesse sido mt feliz ainda não aceitei bem o facto de ter sido a BESTA da Halldora a pôr fim à vida do Throst! Mas enfim, foi feliz pois o amor deles será eterno. Já com Edwina e Edwin, tbm não foram assim tão felizes, o destino tratou de os tramar, bem tramados, viveram sempre em sobressalto por saberem que do amor deles resultaria um ser que seria capaz de destruir tudo o que eles sempre lutaram por preservar, não acho que eles sejam muito felizes com um filho como o Halvard e a Kelda a assumir o destino do Mundo sem nada poderem fazer...

E sim concordo ctg Bela, a Kelda já sofreu demais, merece ser feliz =)
Ela tem de perdoar o Lys, o Sigarr tbm foi mauzinho e um cobarde do pior! Mas enfim... Ele de facto tem charme, mas o Lysander tbm, ele teu um grave erro sim, mas tenho a certeza que nós o vamos perdoar, de certeza, o Lysander herdou o lado cavalheiresco, corajoso e honroso do seu pai Steinarr. E além do mais o amor nunca é um mar de rosas, muitas vezes possui mais espinhos do que o desejável, mas são as adversidades que o tornam mais forte! O Lysander e a Kelda nasceram com o destino do Mundo sobre os seus ombros e qualquer coisa serve de pretexto para desconfiarem de tudo e todos, neste clima tenso que se vive de guerra entre o Bem e o Mal é difícil olhar mais longe, mas tenho a certeza de que quando os ventos acalmarem e eles não tiverem de se preocupar tanto com tudo isto, eles serão felizes juntos <3

E sim, só mesmo na ficção. PK Bad Boys na vida real, não obrigada XD

Quanto a Evalyn, bem eu acho que vamos ter todos uma surpresa com esta personagem enigmática, tenho a certeza que ela não vai ficar em "banho maria", em que terras ela andará?? XD

E Joana, és capaz de ter razão nalgumas afirmações que fazes quanto à Profecia, veremos...

Outra coisa que me intriga é o reaparecimento do Steinarr e de Luthia, em que circunstâncias reaparecerão eles? E a Oriana, o que é que ela terá a ver com a decisão do Lysander? Já imaginei que talvez ela se possa apaixonar pelo Príncipe da Gente Bela, eu lembro-me perfeitamente que quando ela e a Kelda foram assistir à festa de iniciação do Lys, ela não tirava os olhinhos dele, mesmo já estando com o Thorson GRRRRRRRR QUE BITCH! O que acham?

Anônimo disse...

Sara, realmente tens razão no que ao relacionamento entre Sigarr e Aranwen. Não foi assim tão explícita a relação entre eles, excepto que, apesar de o noivado ser imposto, eles eram grandes amigos. No mínimo ela devia-lhe uma explicação.
Esta situação, a meu ver, não se compara muito à que houve entre a Edwina e o Ivarr, uma vez que ela teve a coragem de o enfrentar e dizer que não era a ele que ela amava e que não era ela a mulher que lhe pertencia. Pelo menos aí ela fez o mais correcto.
E agora pensando bem, todos os casais da história não tiveram um final muito feliz, mas eu referia-me mais à parte que toca ao amor, pq no "fim" dos livros acabaram sempre juntos. Apenas comentei que seria interessante que ela não acabasse com Lysander, mas pelo andar da carruagem será algo semelhante aos anteriores (ela vai acabar por casar e ter uma carrada de filhos XD).
Dos triângulos amorosos... Isso lembrou-me o querido Tristan :( gostava tanto dele e n'A Última Feiticeira desejava mesmo que eles tivessem ficado juntos (antes de conhecer a existência de Throst).
BTW: quando falei com a autora (o ano passado), perguntei-lhe se já tinha ideias para novos livros (visto que na altura pensava-se que seriam apenas 7 e o último estaria a sair nesse natal) e ela comentou que poderia pegar em personagens desta saga que não foram tão focadas e escrever uma história só delas. Imagino como será... Será que vai mesmo fazer isso?

Raquel

Anônimo disse...

Ana C.:
Para bem do mundo, espero que a Oriana e o Halvard não se juntem!! Vai parecer quase o liceu com a 'Hag from Hell' e o 'Bad boy' a fazerem a vida negra a tudo o que se mexe XDD
Ou então ainda acaba por ser muito interessante e poderá dar uma animação à narrativa. Gostava de ver como se ajeitavam XD
Nunca tinha pensado nisso...

Raquel

Kannamy disse...

Achei o Erebus super fofo!! A Oriana também nunca gostei muito dela e em relação ao Thorson fiquei um pouco dividida.Eu tive opiniões muito dividas em relação aos casais da Saga.
No inicio do livro achei que ficasse bem: KeldaxLysander, ThorsonxOriana e SigarrxÍris.
No meio do livro: KeldaxSigarr, ThorsonxÍris e LysanderxOutra Rapariga.
E no fim acho que ficava bem: ThorsonxÍris, LysanderxKelda e SigarrxÍris.
Pessoalmente, eu achei o Halvard um super vilão e não acredito que tenha salvação. Ao longo do livro tive uma impressão muito boa de Sigarr mas no final, o diálogo entre Lysander e ele destruíu-me muitas das espectativas(mas não quero que ele morra).
Bjos

Anônimo disse...

Hello

Eu sou nova no forum e sigo esta sage desde o seu inicio, à algums anos atras, da Suica. Acabei de ler o livro agora mesmo e efetivamente acho que a accao se passou demasiado nas terras do sul mas quanto a Sigarr eu acho que ele merece encontrar finalmente alguem que o ame de verdade pois em 500 anos de vida nunca teve nenhum amor e é normal que ficasse assim com tanta amargura no seu interior! A Kelda é uma personnagem que me enerva terrivelmente nunca ouve ninguem e nao pensa em nada antes de agir pffff Erebeus é uma personagen que eu espero ver feliz com alguem que o mereca sem olhar para a sua infermidade
espero que o proximo livro saia bem depressa e que tenhamos brevemente acesso a ebooks!

:)

Anônimo disse...

Ola a todos!
Eu gostei bastante deste tão esperado livro mal posso esperar para que saia o próximo, estou triste e ao mesmo tempo feliz por ir finalmente saber como vai acabar esta historia. Em relação às personagens nunca gostei da Oriana sempre a achei uma falsa e invejosa, nunca me esqueci quando ela e o Thorson encontram a Kelda com o Lysander no bosque e a Oriana ficou todo invejosa, e para falar a verdade acho que o poder lhe subiu à cabeça; em relação ao Thorson acho que devia ficar definitivamente com a Íris; o Siggar enfim mau ao inicio mau para sempre, acho que aquilo é tudo treta ele está é interessado no poder de Kelda e em nada mais, como já aconteceu no com a Catelyn no primeiro livro; o Erebus está-se a tornar numa personagem muito especial e querido; o Halvard não sei mas no fim de tudo acho que ele devia de abrir os olhos e começar de novo a viver e ensinarem-lhe a ser feliz sem fazer mal a ninguém, acho que merecia uma oportunidade; o Lysander acho que esse rapaz anda um bocadinho tonto das ideias, mas acho que se vai endireitar; a Kelda enfim não à muito para dizer ela é simplesmente a KELDA um espírito indomável e fantástico. Também gostar de saber o que aconteceu a Streinarr, ficou essa curiosidade instalada :)
Bom foi esta a minha opinião, e mais uma vez ADOREI este livro :D

Beijinhos***
Pinkxie*

Anônimo disse...

Bem, o k eu espero é ser surpreendida como sempre fui, pela nossa autora pf. E estou como a Sara!! Parem com a treta dos vampiros!!!
No meio disto tudo, a cada comentário k leio, mais acho fico ansiosa para saber o k vem aí. mas ao mesmo tempo, não queria ver a Saga a acabar.
Por exemplo: A Saga que começa com o livro "A Guerra dos Tronos" (não gostei nada, mas pronto) tem aí uns 10 livros! Pk não?
Ou então, como já foi referido, seria giro ler um livro sobre a Evelyn.

Ana C.

Anônimo disse...

Bem por mim existiriam mais uns 50 livros da saga que com todas as certezas eu devoraria todos!

Desde do primeiro livro "A ultima feiticeira" que não tenho lido outros livros, fiquei demasiado presa ás vidas da Saga das Pedras Magicas. Sem vontade de imaginar que irão acabar, afinal de contas na nossa mente temos estas personagens como reais e elas não vão deixar de viver, como tal, como é possivel deixar de seguir-lhes os passos? Por mim continuaria a ler a história das suas vidas. Mesmo que não houvesse guerras e batalhas e fosse apenas o desenrolar do seu quotidiano, eu acompanharia tudo com grande apetite.

Este livro "O Filho do Dragao" parece mesmo um filme deixado a meio, agora é a parte de desesperar de espera pela continuação, mas tambem a parte de não querer que esse dia chegue pois estarei mais perto de ler o ultimo da Saga.

Ando intrigada com uma duvida. Após o fim da Saga das pedras Mágicas, a escritora irá se dedicar a mais historias? Certamente isso acalmaria o desconforto de ver por terminada esta Saga.

Cumprimentos e os meus grandes parabens á escritora Sandra Carvalho pelo excelente trabalho,

Beatriz Lopes

Anônimo disse...

Pois bem, na minha opinião o harvald e trost são apenas um logro. A verdadeira filha da profecia é Kelda, porque ela une os vários conhecimentos. Sigarr apercebeu-se disso, qdo Harvald descobrir que ela é mais poderosa que ele tentará elimina-la assim como a sigarr (por ele tentar concretizar a profecia com a irma). Sigarr apenas quer concretizar a profecia e governar o mundo. Kelda cairá na artimanha e qdo for tarde de mais terá de lutar contra ela própria e aí não sei o que acontecera (pqe ela é mais poderosa até que os seres superiores). Será Lysander capaz de a ajudar? Ou Eresbus?
Sigarr não ama ngm, mto menos kelda s não, não faria esses joguiinhos com ela. Ele apenas quer a sua máquina de guerra, quer treiná-la e moldá-la a seu bel prazer. Talvez o sacrificio da harvald seja a porta de entrada para a concretização da profecia (derramar sangue do sangue). Os cristais não serão precisos para a concretizaçao da profecia pois kelda assimilou-os tal como assimila tdo...
Qto a Eresbus, ele é fiel a sigarr, mas tem carinho por kelda, conseguirá escolher? Será uma paixão a trazê-lo p o lado da redençao? Evalyn? Oriana? Será a doce e inocente oriana capaz de amar uma criatura em forma de monstro? Gostava de ver isso...
Iris? Fará iris jogo duplo? Realmente desejará a paz? Ou quererá tb um trono junto a Trost? Trost ama-la-a? Ou nnc esquecerá Oriana?

Ana

Suh =D disse...

Beatriz Lopes,

A Sandra disse que irá se dedicar a Evelyn :) e sempre demonstrou uma curiosidade pelo tempo dos descobrimentos!! =D
Logo veremos ;)

Anônimo disse...

Bem, devo dizer que este livro revelou-se ser uma grande surpresa! Todo o tempo estive sempre com o coração aos pulos à espera do que acontecia! Até gritava para o livro, como se a Kelda me pudesse ouvir!
Primeiro, nunca estive à espera que a Íris se fosse envolver com o Thorson porque na altura não me pareceu lógico. Pensei sinceramente que talvez ela fosse se apaixonar pelo Halvard para assim o salvar da escuridão (se bem que agora penso que a personalidade dele está tão distorcida que está para além da salvação). Depois pensei no Sigarr porque ele quando estava na Ilha dos Sonhos tinha sofrido uma evolução ténue. Ou seja, já não era aquele ser frio e insensível, aliás perto da Íris parecia que ser uma pessoa diferente.
Mas, como eu já deveria de saber, tudo se tornou mais complexo e interessante. Apesar de tudo, não me agrada que o Sigarr esteja com o objectivo de ficar com a Kelda, muito menos o Halvard que se tornou possessivo e dissimulado!
Segundo, também estive à espera que se desenvolvesse mais a história porque muitas questões ficaram para resolver como por exemplo: o que aconteceu realmente ao Steinarr? Nesse momento tenho bastante curiosidade de saber o que lhe aconteceu, principalmente porque ninguém o procura ou recebe notícias dele e eu sinceramente penso que ele ainda vai ter algum papel importante no desenvolvimento desta história. Quem sabe, provavelmente vai ser o passaporte da Kelda e do seu pai Edwin, para sair do Sul. E provavelmente quem será o mensageiro dessa mensagem de salvamento será a Lythia.
Terceiro, o novo Sigarr parece-me muito promissor, mas eu acho que ele vai voltar a ser quem era antes, depois da rejeição da Kelda. Isto, porque ninguém me garante que eles alguma vez terão alguma coisa juntos! Porque apesar das situações, digamos quentes, que aconteceram neste último livro entre eles não acredito (nem quero!) que ela lhe dê ousadia para se concretize algo mais. Ela é humana por amor de Deus! Tem direito a ter as suas fantasias.
Quarta e última coisa, sim o Lysander foi muito injusto e duro para com a Kelda. Compreendo-o, mas achei-o demasiado ríspido (e isto é dizer pouco do que aquilo que eu quero dizer). Para o justificar, acho que ele naquela altura deu mais aso aos seus medos e inseguranças por causa de ter ficado tanto tempo sem a Kelda perto dele, ou seja, durante esse tempo se eu fosse ele, daria asas à imaginação e começaria a pensaqr mil e um cenários e isso iria-me enlouquecer ao ponto de já não saber o que realmente sei o que está certo e o que está errado. Não sejam tão duros com ele. Compreendam que eles têm um grande peso sobre eles e estão sobre uma grande pressão! Afinal trata-se de salvar o mundo e tudo o que amam!
Para finalizar quero dar aos parabéns à autora pelo excelente trabalho e a quem está por trás deste blogue que para mim está espectacular!
Obrigada,
Ana Ribeiro

Cee disse...

(Continuação)

Quanto a Erebus, apesar da proximidade dele, Sandra Carvalho insistiu em ofusca-lo colocando Sigarr e Halvard sempre na sua frente. Basicamente, Erebus é apenas um peão aqui, que só aparece quando alguém precisa de energia curativa. Acho que há muito aqui para ser desenvolvido. Acho que Erebus é uma personagem interessantíssima, por estar dividido entre a sua lealdade a Halvard e a sua noção do que está certo. E não me venham dizer que as coisas boas que ele faz, é só por causa da Kelda. Ele tem um grande apreço por Kelda, mas também uma noção do que realmente é certo. Aquilo que ele fez no final, não foi para salvar somente a Kelda, mas todas as mulheres e crianças que estavam no esconderijo. O que seria um final louvável para esta história era Kelda apaixonar-se verdadeiramente por Erebus, isso sim, eu aplaudia.

Em relação a Halvard só tenho uma coisa a dizer: não existe reabilitação possível para uma criatura como ele. Matem-no, ou aprisionem-no para sempre. Ele está para além de qualquer salvação.

P.S: Lysander é um imbecil. Fazer o seu dever acima de qualquer custo é aceitável. Agir como uma besta e recusar-se a ouvir as desculpas válidas da mulher que o ama, não é! Ulvaldr tem razão, ele não é digno de um pingo do afecto da Kelda. No final ela até o pode perdoar, mas se ela voltar para ele será o fim para mim.

Espero que a Sandra Carvalho ponha tudo o que tem no próximo livro. Espero um autêntico confronto de titãs: Kelda vs Halvard, Humanos vs Feiticeiros.

Seria fantástico ver Iris apaixonar-se por Sigarr, e ser expulsa da Ilha Sagrada por colaborar com o renegado na sabotagem da Profecia do Filho do Dragão. Ou melhor, sendo a ultima observadora existente, os Seres Superiores aprisionavam-na na Ilha Sagrada e Sigarr teria de ser aliar aos humanos para liberta-la. Oh vá lá, digam que não seria épico.
Quanto a Kelda, espero com todo o meu coração que se apaixone por Erebus, pois ele merece. E depois talvez entre terras misteriosas encontre poderes que podem restaurar a aparência de Erebus ao que deveria ser. Mas obviamente que Kelda e Erebus teriam de esconder os sentimentos mesmo debaixo do nariz de Halvard, porque já sabemos o freak incestuoso que ele é.

Cee disse...

Permitam-me vomitar a minha opinião: Este livro não soube a pouco, não soube a nada de todo. Cheguei ao final com a sensação de que estávamos no mesmo pé em que começamos.

Kelda viajou para Sul, e aí Sandra Carvalho podia ter dado asas largas á imaginação, introduzir um número enorme de histórias novas, personagens novas, poderes novos, o limite era o céu…mas preferiu restringir-se a Halvard e só ele. Introduziu-nos a história de Mazin, mas de pouco adiantou porque num piscar de olhos ele estava morto. Espero que Sandra considere explorar os cantos mais recônditos da sua imaginação e não hesite em coloca-los no próximo livro, coisas maravilhosas podem advir disso, assim como aventuras espantosas.

Acho que a resposta ao facto da Kelda ter dois dragões tatuados é bastante simples. Porque não haveria ela de os ter? É filha dos Guardiões das Lagrimas. É poderosa e o seu poder não para de crescer. Não me surpreenderia se ela fosse a verdadeira pessoa destinada a combater Halvard, no lugar de Thorson.

Quanto ao esquecimento por completo das pedras de Aranwen só tenho uma coisa a dizer: -.-‘’

Quanto a Iris, acho-a uma brisa de ar fresco. Infelizmente uma brisa de ar fresco que se perde rapidamente. Vimo-la no início da história e assim que Kelda deixou a Ilha Sagrada, Iris só se manteve ligada á história através de Sigarr… I mean, ela está numa situação complicada lá em cima, ela tenta enganar o próprio povo em favor da raça humana. Ela está a debater a sua própria guerra. Há aqui pano para mangas a ser desperdiçado!

No entanto no que toca a Thorson e Iris, não podia estar mais apática. Quer dizer, Thorson estava perdido de amores, mas magoado com Oriana, bastou-lhe beijar Iris para esquecer a anterior, I don’t think that’s how it works. Iris já é mais compreensível, ela está na Ilha Sagrada á anos e anos, sozinha, e os homens lá são umas borboletas. É normal que ela se entusiasme um bocado demais com o charme tentador dos mortais. Mas ainda assim não acho que Thorson sejam um par possível, acho que Iris tem química com outra personagem: Sigarr. Sigarr é selecto como qualquer feiticeiro, mas igualmente perigosamente tentador como qualquer humano.

Mas continuando a falar de Sigarr. Quem é este Sigarr? A mim pouco me importa se este Sigarr convence a Kelda do seu bom coração ou não. Eu quero o velho Sigarr de volta. Quero o brilhante, calculista, engenhoso, e charmoso Sigarr de volta. Quero o Sigarr que não tenta agradar a ninguém de volta. Este Sigarr é um desapontamento. Sigarr nunca antes colocou a sua vida nas mãos de ninguém, não entendo porque o faz agora com a Kelda, quando esta mais do que provado que ela deitá-lo-á a perder assim que puder. Qual é o objectivo da escritora? Salva-lo no fim? Será que ele só pode ser salvo se virar bonzinho do dia para a noite? Não tenho palavras para expressar o quão estou frustrada com esta mudança. Tinha o maior respeito pelos contornos desta personagem e agora mal a reconheço.

(Continua...)

Sara Costa disse...

Sim Raquel ela devia-lhe pelo menos uma explicação... Pelo menos por respeito aos laços de amizade que os ligavam e quem sabe se ela não deu ou pelo menos não tentou, mas o Sigarr é que não quis ouvir e prescrutar a verdade? Não sabemos...

E não, os casais desta Saga não tiveram mesmo a vida nada facilitada! E nem
sempre foi assim tão óbvio... Por
exemplo quando comecei a ler a Última Feiticeira, acreditei piamente que a Catelyn ia ficar com o Tristian (gostava tanto dele, ele era um fofo para a Cat) e qual não foi o meu espanto ao descobrir que o Throst afinal era uma doce caixa de surpresas! XD

E a Edwina podia ter pactuado com o Ivarr para continuar casada com ele, para bem do povo Viquingue, mesmo Ivarr acolhendo Thora para segunda esposa... Mas isso não era vida para as Filhas de Catelyn e Throst! Bem feita para aquele mulherengo do Ivarr! Pensava o quê, que ficava com as duas? Não queria mais nada! O Edwin então, o irmão da Catelyn, fartou-se de sofrer no amor! A Ingrior também foi outra vítima desse sentimento. O Steinarr e Lyria também não acabaram muito bem (para já), entre outros tantos que não vale a pena uma vez que já não interessam para a história actual, muitos já morreram.

OPAH eu tbm não quero que ela tenha uma carrada de filhos! Eu pelo menos não a imagino a ser uma parideira! Mas eu acho que ela seria bem mais feliz ao lado do Lysander, ele iria proporcionar-lhe o conforto e a felicidade junto da família de quem ela viveu apartada durante todo este tempo! Para além da paz espiritual que ele lhe proporciona, capaz de acalmar o seu espírito negro e a personalidade ferina! A Kelda acalma sempre que tem o prazer de voar no dorso da sua fiel companheira águia. O
Lysander é o único capaz de a conduzir no bom caminho.
Mas espero que ela faça o Lys sofrer um bocadinho no próximo livro, ele merece! Mas que no fim tudo se resolva e eles possam ficar juntos!
Quanto à fã que comentou que detesta a Kelda, desculpa não me calar, mas trata-se da minha personagem preferida e não consigo ficar indiferente ao teu comentário. É certo que a Kelda tem sido muitas vezes impulsiva. Eu própria tive vontade de a abanar umas quantas vezes e perguntar-lhe o que estava ela a fazer? Mas por mais tente ficar chateada com ela não consigo. É certo que com estas atitudes todas ela já mudou tanta coisa no destino de tanta gente que eu já não sei distinguir o que é certo e errado! Sinceramente eu acho que o mal desta rapariga é preocupar-se demasiado com os outros e de ser honesta demais... Ela devia de ser mais fria, mais implacável! No fim é sempre ela que acaba por sofrer! Ninguém lhe dá o devido valor...

Já não faço a mínima do que vai acontecer! Mas uma coisa te digo, eu achei a mãezinha dela muito mais
irritante! Sim, a Edwina! A Edwina não ouvia nada nem ninguém, achava-se Senhora da Razão e sempre a meter-se na felicidade dos outros! Era tão receosa, arrogante, convencida e tão pouco modesta que quase nunca teve a coragem de contrariar as Visões que lhe eram reveladas. Passava a vida a gabar-se de ser a Guardiã da Lágrima do Sol, pois sim! Tal como a Velha do Tronco Oco lhe disse e muito bem: Guardiã do Nariz Empinado era o que ela era! E depois de ficar com o Edwin tornou-se ainda mais medrosa, aliás aprova nisso está que mal o perigo lhe espreitou a porta,despachou logo a cria maldita para o exílio da Ilha dos Penhascos... Enfim...

Sara Costa disse...

(continuação)

Espero sinceramente que ela se revele melhor mãe para a Kelda. Já o contrário acontece com a Kelda e eis o porquê de eu não conseguir ficar chateada com ela.

Ela é corajosa e ousada como nunca as suas antepassadas se atreveram a ser à excepção da Catelyn que sempre lutou para contrariar a vontade dos Seres Superiores. Ela não se limita a ouvir e calar ela responde com toda a sua força, graças à impulsividade dela muitas vidas já foram poupadas e acontecimentos
trágicos evitados! Ela tem-se sacrificado imenso para proteger e
salvar aquilo em que acredita e ama, cometeu erros, sim, muitos e ainda há-de cometer mais! Mas ela conseguiu mudar irredutivelmente as linhas do destino que todos tinham como certo, quem sabe para um final muito mais feliz do que aquele que todos profetizam, é esperar para ver onde a coragem, a rebeldia e a ousadia dela estão dispostas a ir para provar que Homens e Feiticeiros ainda podem coabitar sem conflitos. Afinal o que os torna tão diferentes assim?

A Kelda não perde tempo a pensar em
segundas opções como a Edwina perdia, age e pronto! O Mundo ameaça ruir-lhe aos pés e ela tem de ser rápida nas decisões que toma, antes que seja tarde demais!


E nem mais concordo contigo Pinkxie! A Oriana sempre teve problemas em arranjar uma "vida", sempre muita concentrada nos passos da Kelda... Mesmo já tendo o Thorson, ficou toda ruída de inveja quando percebeu que o Príncipe do Povo da Gente Bela se enamorara da "maldita" da Kelda, ela pensava o quê?! BEM FEITA!

Sara Costa disse...

E sim, a Sandra já tinha confirmado que pretendia dar continuação à Evalyn, e mostrou interesse na época dos Descobrimentos Portugueses, agora resta saber se ela vai juntar as duas ideias para um novo livro ou uma nova Saga ou se cada ideia vai dar origem a um livro diferente? Eu sempre acreditei que a nossa Evalyn estivesse para aqui para os nossos lados, nas terras lusitanas, mas aver vamos que surpresas nos trará a nossa "contadora de histórias" preferida. Eu acho que ela depois desta aventura das Pedras Mágicas, ela pretende tirar um tempo da Saga...

Quanto ao sentimento que da Kelda para com o Sigarr, eu acho que até agora o que a moveu, foi compaixão. Compaixão pelo homem amargurado em que ele se tornou e compaixão pelo arrependimento que ele expressa, pelo lado humano que ele lhe está a revelar. Mais do que isso acho que não lhe passou pela cabeça pelo menos para já.
Quanto ao trio amoroso Thorson, Oriana e Íris. O Thorson está separado da Oriana há anos, há anos que se deu aquela discussão e desde aí que ele não a voltou a procurar e a ver, talvez o rápido enlace que partilhou com a Íris se deva a carência dele pelo afecto de uma mulher, eu não duvido que ele ainda ama a Oriana, mas também acredito que o que aconteceu entre ele e Íris foi pura magia, eles criaram um elo logo no momento em que puseram a vista em cima um do outro!

E sim Erebus não faz as coisas somente pela Kelda, fá-lo porque o coração dele é bom! Ele sabe distiguir o bem do mal e neste momento começa a peceber que a prática do bem lhe traz mais felicidade do que a prática do mal aque sempre foi sujeito. E quanto à relação dele com a Kelda, apesar de eu sempre ter desconfiado que o Erebus tem uma paixoneta pela Kelda, no fim deste livro, fiquei mais a pensar que aquilo que os une é uma forte amizade. Erebus é para a Kelda o irmão que Halvard nunca foi. É carinhoso, protector, quase que uma segunda consciência para ela. Neste momento não imagino mais ninguém para a Kelda do que o Lys, desculpem mas eu não consigo ficar chateada com ele ponto final! Tal como disse, leiam as cenas finais do Círculo do MEdo e comparem-nas com as últimas cenas deste livro e vão perceber as semelhanças deste conflito entre a Kelda e o Lys e aquele que a Edwina atravessou com o Edwin, a diferença é que aqui a má da fita é a Kelda, tal como o seu pai foi encarado em tempos. A sedução que a Kelda usa para persuadir o Lys para ver realizados os seus intentos, bem como os joguinhos de sedução que Edwin utilizava para enganar a percepção de Edwina. Entre outras semelhanças vejam por vocês mesmas... E no entanto tudo se esclareceu e eles conseguiram ultrapassar as divergências que os apartavam...

Ah e mais uma coisa, quem pensa que a Montanha Sagrada e a Montanha da Magia são a mesma Montanha (nem todos), referida por diferentes nomes, engana-se. Deu-me para desfazer essa dúvida e a Sandra respondeu o seguinte: "A Montanha Sagrada fica no País dos Viquingues e é um lugar místico oculto ao olhar do Homem, que só pode ser visitado por quem possui sangue antigo e tenha uma essência pura. É lá que está a nossa Pedra do Tempo, à qual eu também chamo (aliás, as personagens chamam) Senhora da Magia.

A Montanha da Magia fica na Ilha dos Sonhos e é um lugar sagrado, onde os Homens se recolhem para meditar. É lá que é celebrada a Festa da Renovação. Por isso os nativos da Ilha dos Penhascos deixam a sua ilha e atravessam de barco a passagem guardada pelos Sentinelas, todos os anos, pelo solstício de verão, para celebrarem a sua festa milenar sob o testemunho das Pedras do Mundo.
As Pedras do Mundo são 14 pedras polidas, de cor azulada, plantadas no solo, como se formassem sete portas. Existe uma pedra central maior, que pode ser avistada mesmo do mar - vejam as Lágrimas do Sol e da Lua, que está tudo lá."

Sara Costa disse...

E mais para que quer Sigarr a Lágrima da Lua de volta se assim que Ingimar perceber que foi traído, bem como todo o Conselho que depositava a confiança no Sigarr, ele vai ter os Seres Superiores todos à perna para reaverem as Lágrimas e não é isso que ele quer! Por isso cheira-me a esturro!

Anônimo disse...

Inês Matos
sry pela publicidade, mas este livro faz me lembrar imenso de um outro que eu já li, "A Filha da Profecia", que esta inserida na "cronica de Sevenwaters", até o nome é parecido!!!, so que, neste caso, o rapaz é que afastou a rapariga pelo seu proprio bem, e na outra coleção, e a rapariga que afasta o rapaz... Anyways recomendo!!! (embora nem chegue aos calcanhares da nossa querida saga;)
noutros assuntos, andei a remoer numa coisa, a Sandra já provou que, na maioria dos casos nesta saga, o mal e o bem são apenas uma prespectiva, mas noutros casos há personagens que só querem unica e exclusivamente o mal e adestruição de todos os outros, e bem o Halvard encaixa na perfeição... Quando ao Lysander, é das minhas personagens masculinas perferidas, embora tenha sido um estupido
Acho que esta situação e mt parecida a do Edwin e a da Edwina, quando estavam na Montanha Sagrada, e nesse caso, a Edwina acabou por cair nos braços do Edwin... Mas ainda o fez passar uns maus bocados, e eu acho que vai ser assim com o Lysander e a Kelda... de quanquer das formas eu acho que a Kelda nem sequer está verdadeiramente zangado com ele, apenas triste... lembram-se do que ela lhe disse "«Foste um bom mestre! Ensinaste-me a fazer o que tem que ser feito»" (p.450)
... Queria mesmo era que o Ulfvaldr fosse feliz...Como aconteceu com o Steinarr, ela apaixonou-se outravez, e esqueceu a Catelyn...Queria que lhe acontessece o mesmo... é que eu também gosto mt dele...
Só mais uma coisa, não é para chatear nem nada, mas quando a Kelda salva o Ulfvalfr, está la escrito o seguite ""A cauda segmentada de Deimos rasgou o ar como um chicote", mas eu pensava que ela lhe tinha decepado o cauda, logo no inicio do livro, quando ela chega a Terra das Montanhas da Areia, não percebo??? Sry se estou a ser chata....
Boas Leituras... =)

Anônimo disse...

Inês Matos
Ah, e by the way Sara eu amo os teus desenhos, tens tanto jeito... Ao contrario de mim...
só me esquici de referir os meus agradecimentos as pessoas que tanto tento perdem aqui, neste blog, as administradoras, e a minha autora preferida, a Sandra Carvalho....
Keep up the good work....

Suh =D disse...

Obrigado Inês Matos pelo apoio :) significa muito para nós :)
beijinhosss***

Suh =D disse...

""A cauda segmentada de Deimos rasgou o ar como um chicote" bem, a kelda "castou.o" isso sim

Anônimo disse...

Inês Matos
sobre aquela situação do Lys e da kelda, bem para dizer a verdade, até comprendo o Lysander... que ver a Kelda naquele estado foi o mesmo que algum gritar-lhe aos ouvidos «a Kelda matou o Will e está a lutar pelo lado dos BAD GUYS! Acorda para a vida! a Kelda ficou serva da Arte Obscura! Acorda! A Kelda virou BAD ASS».
bem, não podemos estar sempre do lado da narradora! temos que olhar dos dois lados. gostava imenso que eles ficasem juntos... mas a Kelda tem que o fazer pagar primeiro!
para ser sincera, não acredito que a Oriana goste do Lysander, apenas que o acha giro (como todas nós). mas achei mt estupido ela olhar para o Lysander assim (embora ele seja lindo de morrer) quando tinha o Thorson! E aida por cima, deu-lhe com os pés! a primeiro dificuldade que surgiu! e se fosse assim com a Cat e o Thost, e com o Edwin e a Edwina?(nem se pode comparar aquela bitch com eles, mas pronto).
adorava que o Erebus ficassem com alguém embora, no ínico achasse que ele amasse a Kelda, afinal gosta muito dela, mas não gosta gosta (já tivemos casos de amor entre primos), e é tipo o seu anjo da guarda.
com o Sigarr, nem sei o que pensar... por um lado, penso que ele mudou e que ama a Kelda, mas por outro, acho que ele so quer a Kelda para a treinar e matar a sua propria criação. esta é a personagem que mais me enlouquesse! É que nem sei o que pensar dele!Quanto ao Ulfrafdr (Sry se escrevi mal, mas é o nome nais estranha da saga!) queria mesmo que ele esquecesse a Kelda, mas sei que ele não vai desitir dela tao facilmente como isso. Afinal, ele esta prometido o Beth, mas isso nunca impediu ninguem, nesta saga.
acho que se forma uma especie de 'quadrado amoroso', com o Sigarr, o Ulfrafdr e o Lysander a lutar pela Kelda!
Quando é que o proximo vem? Cada dia que passa fico mais desesperado! (mas não quero por nenhuma presssão sobre a minha autora preferida)
XD

Anônimo disse...

Bem, só acabei agora de ler "O Filho do Dragão", mas devo dizer que gostei muito, apesar de a última parte do livro ser tão emocionante que não quis acreditar que já tinha acabado...
Adorei a Observadora Íris, mesmo que ela so tenha aparecido no inicio do livro e acho que em vez dela ficar com o Thorson, deveria ficar com o Sigarr. Nunca o Sigarr com a Kelda!! Por acaso, o feiticeiro impressionou-me bastante, pela positiva, o que é de estranhar! Ele é loiro, de olhos azuis e o seu quarto é maravilhoso, quem me dera ter um igual... mas detestei o facto dele ter imposto à Kelda aquele sonho... No entanto, acho que ele é um bocado obsecado com a família dela e que la no fundo apenas a vê como uma espécie de irmã: ele só quer o bem dela, fez tudo por ela, a sério, foi fantástico e por isso nao me admira que ela chorasse por ele quando ele quis provar-lhe que a espada magica funcionava mesmo. Adorava vê-lo com a Íris e que a observadora, no fim da guerra abandonasse a ilha sagrada e fosse viver com ele para a terra.
Sem dúvida a Kelda é a minha personagem preferida na saga! Embora eu me identifique mais com a Catelyn, acho que a Kelda é maravilhosa: é uma mistura da tia (Thora) com a avó!
Tal como a toda a gente, o Lysander desiludiu-me mesmo... mas claro que vai ficar com a Kelda, eles sao perfeitos, alem disso ele ja percebeu que errou e tenho a certeza que a Kelda o vai desculpar (espero).
Halvard é horrivel! mas acho que nao precisa de morrer, Kelda ainda vai conseguir cumprir o seu sonho de o salvar! Não percebo como e que alguem pode ser tao cruel e detestar tanto a sua família! Ele nao tem sentimentos e isso irrita-me, mesmo quando a irma estava para morrer, pensava ele, o que lhe interessava mais era ficar com o poder dela e nao se importava verdadeiramente com a sua vida!! Tenho pena que a Kelda o fosse tentar matar no momento em que Mão de Ferro o iria fazer. Não e por Halvard nao ter morrido mas mais pela Kelda nao ter conseguido salvar o amigo do avó Throst. Ele morreu a pensar que a Kelda tinha traido o seu povo, tenho mesmo pena que ela nao o tenha conseguido salvar...
Agora, o Erebus é compretamente fantástico!!! Adorei-o!!! nunca duvidei do seu apego a prima nem do seu bom coração, afinal foi sempre ele que a ajudou sem ter nenhum interesse, ao contario de Sigarr que queria salvar a sua pele (eu acho que isso foi mais um pretexto para ajudar Kelda e nao concretizar a profecia porque, provavelmete, despertou e achou que era melhor nao faze-lo, e aqui acho que houve um bocado influencia da observadora...).
Para terminar, Ulfvaldr: ele apesar do que via e, ao contrario do Lysander, não duvidou da Kelda, nunca! Ele ama-a, mesmo, mas acho que nao deveria ficar com a prima. Além disso tem o espirito de um lobo cinzento e isso e fantastico, tendo em conta que Throst também tinha!
E termino assim...
Estou ansiosa pelo proximo livro! Espero que saia o mais rapido possivel!!!
Ana J.

Cee disse...

Ás vezes ocorre-me que a Sandra Carvalho devia ter pensado em pedir alguns conselhos ao senhor George R. R. Martin (que é sem dúvida um escritor fantástico neste género literário) antes de começar a escrever esta saga para evitar deixar tantas personagens para trás com histórias inacabadas e tantos fãs a questionar-se sobre o paradeiro delas. I can already imagine what advice he would give her:
http://24.media.tumblr.com/tumblr_lok6woWTTY1qd8j5mo1_500.jpg

Sara Costa disse...

Não estou lá muito de acordo ctg Cee, porque é evidente que num enredo tão rico em personagens algumas tem de ficar inquestionavelmente à margem dos protagonistas da história e até agora a Sandra não deixou nenhum personagem que fosse relevante para a história em "águas de bacalhau"! Se reparares bem, ao longo dos livros ela não escreve determinados pormenores por acaso... Os outros menos importantes obviamente que são deixados para trás, alguns com um fim bem previsível outros nem tanto... Mas a história ainda não acabou, por isso... Penso que ainda hão-se haver reaparecimentos de personagens antigas, como o caso da Luthia, do Príncipe Nereus e do tal Okeanos e também o mais aguardado... O Steinarr que hão-de ser importantes para a resolução final desta aventura! Eu acredito que a Sandra vai conseguir desenrascar-se mt bem desses nós todos que ficaram por desatar por assim dizer. Além disso é para isso que servem os Fanfics... Se achas que algum personagem que te agrade ficou mal resolvido podias dar asas à tua imaginação para lhe dares o apropriado final que achas que ele merece. Fica a sugestão ;-)

Cee disse...

era uma brincadeira, quem já tiver lido Cronicas de Gelo e Fogo sabe do que estou a falar. Até porque a historia no universo de Westeros passa-se em poucos anos e durante uma guerra atroz (obviamente que morrem personagens constantemente) enquanto a história da Saga das Pedras Magicas é contada ao longo de três gerações e comtempla vários intervalos mais pacíficos.

Cee disse...

Mas já que toquei no assunto das mortes, agora sinto-me compelida a desenvolvê-lo. Ver os nossos personagens favoritos morrer é sempre difícil e revoltante, mas sem dúvida que concede uma dinâmica diferente. Ao longo de todos os livros desta saga, só me ocorreu uma ou duas vezes, sentir-me magoada pela inesperada morte de personagens. Mas não há duvida que a sensação é intensa, a revolta, a vontade de parar de ler como se uma pequenina parte de nós tivesse perdido alguém de quem gostava. Isto é algo que se foi perdendo nesta história. Sabemos sempre que muita coisa vai acontecer, mas também sabemos sempre que no fim o bem vence e o mal perde e tudo e todos ficam felizes blah blah blah…I demand a twist!!!!!

Cee disse...

Mas voltando ao cerne da questão das personagens deixadas para trás; Como a saga é narrada na primeira pessoa, muito se perde acerca das personagens secundárias. Suponho que seja inevitável. S.Carvalho conseguiu contrariar um pouco esta tendência em Os Três Reinos, quando nos contava a história da Freya pelos olhos e em paralelo com a da Edwina.
Acho que não seria má ideia ter adoptado um segundo ponto de vista, e alternar ambos. - Pensei que Sandra o faria em o Filho do Dragão, de modo a nos ser possível acompanhar a história de todos os outros e fiquei tão desiludida quando tal não aconteceu. - Se tal viesse a acontecer no próximo livro (isto é só uma divagação, uma vez que penso que a Sandra não considere esta ideia) adoraria ver uma parte da história contada por outra personagem, talvez um dos rapazes para diferenciar, Ulfvaldr ou Thorson.
Mas recuando ainda mais, e referenciando-me a personagens que passaram a fazer parte do plano de fundo e nada mais. Note-se que não me refiro a histórias como as que referiste, que irão emergir de volta a seu tempo, refiro-me antes a personagens que foram passando para terceiro plano e possivelmente não voltarão a ser pegadas de novo. As vezes desejava que a história voltasse de algum modo à Grande Ilha e pudéssemos acompanhar os descendentes dos McGraw com a mesma paixão com que acompanhamos os seus antepassados, afinal de contas, as pedras de Aranwen são a sua herança legitima e eles são os descendentes de personagens fantásticas. Idem aspas para o povo vândalo, que caiu em quase em esquecimento. Entendem onde quero chegar? Esta guerra é uma guerra de todos eles.

Sara Costa disse...

Sim nesse aspecto concordo ctg Cee, mas claro que numa história tão rica quanto esta, existem aspectos mais importantes a desenvolver do que esses... a meu ver, claro. Eu penso que a história dos McGraw ficou bem resolvida, aliás ainda na Sacerdotisa dos Penhascos foi-nos dado a conhecer o paradeiro do Stefan e do Edwin (irmão da Cat), bem como da resma de filhos do tio Stefan...

Mas lá está, era suposto terem sido apenas 2 livros por narradora e a Edwina acabou por ter mais um, porque a Sandra decidiu dar destaque à personagem de Thora e graças a Deus que ela o fez, porque a Thora acabou por se tornar uma das minhas personagens femininas preferidas da história e sem dúvida a minha preferida da 2ª geração, bem como o meu casal preferido dessa mesma geração ter sido a Freya e o Helgi e não a Edwina e o Edwin (eles desiludiram-me imenso e ainda continuam a desiludir, mas é isso que tem piada, é haver sempre alguns protagonistas que nós não apreciamos tanto e que não foram tão bons quanto outros). Aliás o meu casal preferido da 2ª geração só não foi a Thora e o Ivarr, porque eu simplesmente DETESTO o Ivarr!!! Odeio a faceta dele de mulherengo, convencido e nariz empinado (nisso a Edwina tava de bem para ele, mas nunca iria resultar, porque os dois empinavam o nariz para lados diferentes!). Adorava que o Throst tivesse assistido à conversa do Ivarr com a Edwina, em que ele pretendia desposar as duas irmãs (Thora e Edwina), mas quem é que o gajo pensava que era??? Ninguém brinca com as filhas de jarl Throst, teria adorado se o Throst lhe tivesse dado uma surra! E o Povo Vandâlo... Esse prosperou desde a Aliança com o Povo Viquingue e agora está com o futuro suspenso e sinceramente não sei como se irá resolver, uma vez que o Thorson não está interessado em assumir o trono...

Sara Costa disse...

E quanto a este último livro era óbvio que a Sandra iria dar destaque ao Halvard, uma vez que este andou desaparecido durante o 6º livro todo!

E eu achei bem ela ter dado relevo à faceta guerreira da Kelda, porque não foi muito desenvolvida durante os treinos com o Lysander e às tantas (pelos menos falo por mim) deu-me a sensação que ela não era assim nada de especial... Tipo uma Thora ou coisa que o valha e agora com estes desenvolvimentos no Filho do Dragão fiquei a conhecer melhor o quão poderosa a Kelda é! Para além de uma guerreira exímia, está-se a tornar uma feiticeira temível, eu diria... vamos a ver é se ela vai utilizar todo este poder adquirido para o Bem ou para o Mal.

Outra coisa que ainda está por resolver e que me intriga bastante é o facto de ela ser a única que herdou as duas tatuagens do Legado do Dragão??! Isso só me faz pensar que será ela a Filha da Profecia e não o Thorson ou o Halvard, que são apenas para distrair os homens do verdadeiro executor da Profecia do Dragão. E o Sigarr já deve saber disso e mt bem!

E o porquê da fera? Lembra-se da fera da Montanha Sagrada, ela manifestou-se quando a Kelda acabou de nascer e voltou a manifestar-se mais tarde e somente à Kelda, quando ela tinha 9 anos... A par dela só a Edwina é que teve contacto com uma fera na Montanha Sagrada... Essa também é uma questão que me intriga... Quem é essa fera? Será que essa fera tem alguma coisa a ver com o facto da Kelda ter herdado as duas tatuagens do Sol e da Lua??? Eu lembro-me que a Sandra descreveu a fera como tendo pêlo branco e preto, como se a Luz e a Escuridão habitassem ambas na sua essência... Também já pensei que a fera pode ser a forma da essência da Kelda (tal como dei a entender no fanfic que escrevi)... Não sei...

Lelea disse...

Só acabei de ler o livro há bocado e quem me dera ter o próximo nas mãos! Ora, o Sigarr não me convenceu tanto, bem que pode ser um bocado de Luz nele, assim como pode só estar a mentir e a mentir para salvar a pele. O epílogo fez-me acreditar ainda mais na segunda opção, pois ele está a engendrar cá um esquema para que ele e a Kelda fiquem juntos... Por causa de maldade!
Quanto à Profecia do Filho do Dragão, eu cá também acho que é a Kelda no centro disto tudo, por causa das tatuagens, no entanto não me parece que ela vá destruir o quer que seja, talvez ela e o Halvard tenham igual probabilidade de concretizar a profecia. Quanto ao búzio e consequentemente, à Luthia, pode ser que ajude a Kelda em alguma coisa quanto ao Halvard, pois a água -normalmente - vence o fogo ^^ Isto tudo porque eu não acredito minimamente que o Halvard fique com tanta facilidade «bom» e que vá viver ao lado dos pais. A sua personalidade antes de ser raptado já era assim, aos nove anos incendiou a Oriana e ia matando o Thorson, e para mim é impossível que haja uma gota de Luz nele.
E adorei a Íris e o Erebus, quem é que duvidava dele >: O Lysander não me surpreendeu, porque já sabemos da teimosice dele com o «dever acima de tudo», e eu também reagiria assim ao ouvir falar de uma espada mágica que ao matar salva vidas, no entanto ele poderia ter tido um pouco de fé na Kelda :/

Anônimo disse...

Eu comecei agora a ler o livro (shame on me) mas eu acho que ainda posso dar uma opinião :)

Eu li o ultimo capitulo do livro e fiquei "Porra, não vai correr bem!"

Pelo que li eu fiquei a pensar que Sigarr e a Íris tinham alguma coisa, mas depois aconteceu aquela coisa todo com o Thorson.

Quanto ao Erebus, ele sempre foi bom, mesmo sendo mau ao mesmo tempo. Acho que ele foi muito influenciado pelo poder, mas ele lá no fundo sempre foi bom.

O Halvard acho que é muito como o Erebus mas o caso dele é mais especial, porque o Halvard é uma alma perdida e acho que só precisa que alguém a encontre. Ele precisa de alguém que o faça ver que não precisa de ser o mau da fita para poder ter poder.

A Kelda e o Lysander, eu não sei... Eles têm uma forte ligação, mas eles acho que não se permitem a eles próprios ver isso. Não sei...


Eu ainda não cheguei ás 100 páginas do livro (shame on me again), mas é o que eu acho...

Hope you like it :)

Sara Costa disse...

Bem eu não vou dizer nada então XD

Não quero ser desmeixa prazeres. Já agora por favor! Só agora é que estás a ler, Anónimo??? looool Não referiste o teu nome.

Eu admiro a tua força para aguentar tanto tempo sem pegar no livro, sabendo que ele já saiu XDD os estudos muitas vezes não permitem né? Nem o money, enfim...

But... I'm not gonna tell anything promise! Mas assim que acabares de o ler diz e comenta! Sim? Estamos ansiosas por saber a tua opinião.

Bem quanto àquilo que pensas do Halvard e do Erebus, só te digo que tenho a discordar e muito de ti! O Halvard é um falso e um cínico do pior, para além de ser interesseiro e egocêntrico, egoísta, arrogante, depravado etc por aí fora... ele é detestável, por mim pode morrer!(Eu acho que já estou a dizer muito...)

Eu acho exactamente ao contrário, para mim é o Halvard que não tem coração nem salvação possível ele é o Diabo em pessoa! Já o Erebus, ok... ele foi entregue à Arte Obscura desde que nasceu, cresceu com esses princípios, de que o seu poder teria de ser usado para o Mal e somente para praticar o mal. Não sei se já reparaste mas desde o mais ou menos do meio da Sacerdotisa dos Penhascos que o Erebus tem andado a encobrir a Kelda e a protegê-la de se meter em mais sarilhos... Eu acredito que ele possua um bom coração e saiba fazer justiça, ao contrário de Halvard!

Just my opinion of course ;-)
Boas leituras!

Anônimo disse...

Eu acho que o Halvard ainda tem salvação...
Eu acho que toda a gente por mais mau e diabólico seja, tem sempre uma réstia de esperança. Eu acho que ele apenas desistiu de se encontrar a ele próprio e acabou por cair na tentação do poder. Eu tenho esperança que ele ainda venha a ser salvo de si próprio.

Vii, a anónima que não assinou

P.s.: Não, eu estava mesmo á espera da escola começar para poder ler o livro, porque sabia que iria estar na biblioteca :)
Como nenhumas das minhas amigas lê a saga e ainda não tinha tido oportunidade de o comprar eu preferi esperar para a escola começar :D

Sara Costa disse...

Bem... continuas a não convencer-me com o Halvard mas não sei, quem sabe... até venhas a ter razão... Talvez apareça alguma nova personagem que lhe dê a volta a cabeça XDD

Fizeste bem! O que importa é ler! Como e quando isso agora... lol

Não achaste mais nada do livro, o que achaste deste comparativamente aos anteriores, gostaste menos ou mais?

E o que achaste do "eventual" casalinho Thorson X Íris?
E o Erebus que te pareceu?

Com tudo isto, só falta mesmo perguntar, o que achaste do CONFRONTO (e atitude de ambos) LYSANDER E SIGARR pela Kelda?

Achas que existe a hipótese de a Kelda se vir a apaixonar pelo Sigarr????!

Espero k NÃOOOO! Eu amo o Lys <3 apesar da estupidez insolente dele... lol

Bem não chateio mais ;-)

Anônimo disse...

Eu não me lembro muito bem do ultimo livro (não sei porque, mas não me lembro, acho que foi um dos que me cativou menos) por isso acho que o vou ter de ler novamente...

Eu acho o Thorson x Íris um enigma (pelo que eu li). Eu acho que eles eventualmente fariam um bom casal, mas não sei, eu ainda ando muito á nora neste assunto do ultimo livro. Como este fim de semana é prolongado devo lê-lo todo, eu costumo devorar livros (o Guerreiro-Lobo li-o em 2/3 dias xD)

Beijinhos, Vii :D

A Saga das Pedras Mágicas